Re - View| Percy Jackson e o Mar de Monstros


  Continuando a revisitar o universo de Percy Jackson, hoje tem review do segundo livro!
             O ano de Percy foi surpreendentemente calmo. Nenhum monstro que colocasse os pés no campus de sua escola, nenhum acidente esquisito, nenhuma briga na sala de aula. Mas quando um inocente jogo de queimado entre ele e seus colegas torna-se uma disputa mortal contra uma tenebrosa gangue de gigantes canibais, as coisas ficam, digamos, feias. E a inesperada chagada de sua amiga Annabeth traz outras más notícias: as fronteiras mágicas que protegem o Acampamento Meio-Sangue foram envenenadas por um inimigo misterioso, e, a menos que um antídoto seja encontrado, o único porto seguro dos semideuses será destruído. Nesta vibrante e divertidíssima continuação da série iniciada com O ladrão de raios, Percy e seus amigos precisam se aventurar no Mar de Monstros para salvar o acampamento dos meios-sangues. Antes, porém, nosso herói entrará em confronto com um mistério atordoante sobre sua família – algo que o fará questionar se ser filho de Poseidon é uma honra ou uma terrível maldição.
             O Mar dos Monstros segue na esteira do primeiro livro (Que você pode conferir o review aqui). Na trama, Percy e Annabeth escapam do Acampamento - meio Sangue, para tentar encontrar um artefato que possa salvar o Acampamento Meio - Sangue. Nesse livro, há toda uma série de semelhanças com a Odisseia, de Homero. Aqui, o Riordan tenta repetir a fórmula de "O Ladrão de Raios", ao mesmo tempo em que apresenta novos personagens tenta desenvolver mais a grande ameaça de Cronos, o rei dos titãs, e pai de Zeus. Temos alguns personagens icônicos da mitologia grega, como a Circe e as sereias, com um visual um pouco diferente do convencional.



Veredito:
Percy Jackson e os Olimpianos ainda continua sendo uma boa recomendação. Mas, a leitura do Mar dos Monstros é uma via crucis. Desde a primeira vez que li. E, ao reler, minha opinião continua a mesma. A história é extremamente arrastada, os personagens, são totalmente mal explorados. Parece uma cópia mal feita da Odisseia. E novamente, a adaptação cinematográfica não ajudou. Sério, eu não tenho muitas ressalvas em relação à adaptações de livros. Mas... melhor não fazerem de "A Maldição do Titã". Deixa guardado mesmo.
Nota: 1,5/ 5
Gostou do Review? Não gostou? Comenta aqui embaixo!
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: